Como aumentar a sua produtividade em home-office?


Resolvi escrever este post para ajudar com algumas dicas para quem está começando a aderir mais a este tipo de trabalho em casa.

Faz praticamente 3 anos, desde que mudei para a Holanda, que estou neste modelo: metade do tempo trabalhando e a outra metade fazendo várias outras coisas - como por exemplo: arrumando a casa, lavando roupa, cozinhando (aqui praticamente não tem empregada!), levando filho no médico, indo nas reuniões de escola, resolvendo todos os problemas da casa (desde luz queimada, vazamentos, etc..) e claro também há tempo para relaxar e cuidar de mim!

O que percebi é que é fácil a gente se distrair com tanta demanda e coisinhas que aparecem no dia-a-dia.

Para que você seja uma pessoa efetiva, é necessário ter disciplina e muito energia positiva. Eu diria também consciência pois o que nos tira de nossa melhor performance são as distrações e stress do dia-a-dia.

Não tenho a pretensão de dizer que o que serviu para mim irá ser um modelo que funcione para todos; uma vez que nós somos pessoas diferentes e cada um deve buscar entender os seus próprios gatilhos e distrações. Eu acredito que, com certeza, posso dividir insights que podem ajudar. Essa minha rotina foi sendo formada ao longo do tempo. Eu não comecei assim, eu fui achando a minha fórmula de sucesso ao longo desse tempo.

Meu planejamento começou com os meus objetivos que me coloquei para o ano. Listei tudo e vi quanto tempo podida dedicar para cada macro-atividade e assim planejei minha semana "ideal"por blocos de tempo que seria possível dedicar para estas atividades. Exemplo: estudo, trabalho, lazer, coisas da casa, filhos, bem-estar/saúde.

  • Eu planejo meu dia (to do list) no dia anterior pouco antes de dormir. Assim quando começo o meu dia eu não perco tempo pensando o que tenho de fazer, eu já sei o que gostaria de fazer ao longo do dia. Além disso, não acordo mais no meio da noite pensando: “preciso terminar aquele relatório, preciso escrever tal artigo, esqueci de ligar para o fulano, etc..”; coisas que me tiravam o sono!

  • Eu me pergunto se aquilo tudo que quero fazer é factível ou não? Se não é, eu simplesmente negocio e movo algumas atividades para outros dias ao longo da semana de uma forma que eu consiga conciliar tudo. Desta forma, diminuo a minha possível frustração em não cumprir com a agenda e também reservo o tempo que quero para as coisas que são fundamentais para me manter bem. Neste caso, você deveria se perguntar: Qual atividade faço para ter diversão ou para aliviar o stress ou que me faz “desligar” e apenas “ser”? No meu caso é a Yoga, então religiosamente eu incluo na minha agenda as minhas aulas.

  • Ao longo do tempo, aprendi que ficar faltando na Yoga para me encaixar na agenda de outras pessoas ou demandas, me criava mau-humor e por consequência, abaixava a minha produtividade e energia. Desta forma, esse é um item praticamente não negociável; ou seja, hoje faço a minha aula em casa.

Pergunte-se:

”Quais são as suas atividades não negociáveis?”

“Quais são as atividades que posso delegar?”

  • Importante você saber em qual parte do dia você é mais produtivo. Tem pessoas que são mais diurnas e outras não. Tente organizar as coisas que demandam mais atenção e foco na parte que você é mais produtivo. Muita gente acorda e a primeira coisa a fazer é pegar o celular. Já se perguntou quanto tempo você se distrai com mídias sociais? Já reparou que assim que soa um aviso de mensagem é irresistível não olhar? Eu sei... eu também me pego mais tempo do que gostaria com o celular... A dica que vou dar é de outra pessoa, é de separar um tempo exclusivo para isto e colocar no “mute” enquanto você está concentrado em suas atividades principais e requerem a sua atenção.

  • No meu caso, eu acordo cedo e ao acordar já estabeleço a minha intenção para o dia (Intenção é uma pequena meditação onde repito para mim mesma como eu quero estar ao longo do dia. Ou seja, apesar do problema A, B ou C, eu quero estar me sentindo bem e feliz. Isso é importante para que eu esteja de fato engajada e com energia positiva ao longo do dia – assim não perco tempo “ruminando” os problemas ou coisas que já passaram.

Preste atenção no que mais te distrai; as distrações podem ser de várias fontes e isto diminuiu muito a nossa performance:

  1. emocional (nível de engajamento com o que você tem de fazer);

  2. mental (relacionada a sua clareza e habilidade em relação ao que você precisa fazer); física (você pode estar doente ou não ter tido uma boa noite de sono);

  3. meio-ambiente (todas as condições do seu ambiente que te previnem de funcionar no melhor. Ex: espaço adequado, mesa; escritorio,. Nível de ruído, equipamentos de IT, temperatura, etc..).

  4. espiritual: Quando você não sente propósito, conexão no que está fazendo ou pode também envolver o seus valores e crenças.

As variáveis de origem emocional, espiritual e mesmo mental precisariam ser mais investigadas e quem sabe um trabalho de coaching/mindfulness poderia te ajudar caso você tenha questionamentos e distrações vindo por aí.

Neste post, vou me ater mais às questões de meio-ambiente:

  • Procure um local onde você se sinta confortável em fazer o seu trabalho. Se for possível ter o seu canto, ótimo. Neste momento em que toda a familia está em casa, o local está sendo disputado. Eu, por exemplo, agora estou trabalhando na cozinha e meu marido no escritório. Mas, se tenho uma call importante, negociamos os espaços. Não é a situação ideal, mas é o que é possível. Felizmente, meus filhos já estão grandes e não perturbam. Pelo contrário, apesar de estar tendo mais trabalho com a cozinham, adoro tê-los por perto!

  • Equipamentos e ÌT: eu, por exemplo, demorei para entender o quanto a parte de IT (principalmente o wi-fi que falhava demais em casa) atrapalhava a minha performance. Falar com os provedores é uma prova de resiliência, foram várias calls até que eu resolvesse o problema e por isto me dava preguiça só em pensar ligar. Descobri que se fizesse um investimento num booster de internet, a situação melhoraria. Além disso, também tinha problemas com meu computador que demorava ao ligar e outras coisas... Não adie, quanto antes você resolver essa questões, mais fácil e menos estressante, será a sua vida depois.

  • Lanchinhos, cafézinhos, chocolatinhos..... Aqui, fico no aguardo das dicas de quem tiver pois é um desafio diário resistir essas tentações......

  • Tire o pijama e tome cuidado com as cameras de video nas ligações por video! Já vi muita coisa acontecer.....


Resiliência e mais resiliência! Toda esta situação nos dá a oportunidade de refletirmos em nossa capacidade de resiliência ou seja, a nossa adaptabilidade em relação a situações de stress, incertezas e adversidades. Um dos maiores medos que o ser humano possui é justamente o medo da incerteza. E por isto trabalhar neste quesito é de suma relevância para o nosso futuro. (Veja outra dica aqui)

Nestes tempos incertos é normal termos altos e baixos. Mas quanto mais podermos trabalhar a nossa energia emocional para continuarmos firmes, fazendo o que temos de fazer com muita responsabilidade e praticando gratidão, os períodos difíceis passaram mais rapidamente.

Afinal, tudo na vida passa. Até a uva!

Espero ter contribuído com algumas dicas e reflexões!

Muito amor e fique em casa por enquanto!


Carla

13 visualizações1 comentário

C4U Consulting & Coaching

Netherlands

KVK- nummer: 75568136

BTW-nummer: NL002475270B51

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle